Contato: (12) 3105-1122 (12) 3105-8149​​ Atendimento: 08:30 às 11:30/13:00 às 17:30

Cachoeira Paulista

Cachoeira Paulista teve seu início como lugar de passagem dos bandeirantes que por aqui atravessavam o Rio Paraíba e galgavam a Serra da Manধqueira rumo às Minas Gerais em busca do ouro,das esmeraldas e diamantes. Conhecido primeiramente por Porto da Cachoeira ganhou esse nome por ser o último destino navegável das canoas que desciam o rio já que as quedas d’água formadas após o porto impediam a continuidade da navegação. Mais tarde, com o advento dos tropeiros e seu comércio de gêneros alimentícios, mulas e burros entre as regiões litorâneas e serranas, Cachoeira se transformou num grande pouso para as tropas que permaneciam dias acampadas e que aqui descansavam antes de seguir viagem. Existem sobre esta época relatos da existência de muitas vendas de secos e molhados, oficinas de artesões habilidosos em couro e metal, ferreiros, curadores de animais,etc… Gente de grande e poderosa fé, os tropeiros sempre paravam para descanso e oração na Igreja de Santa Cabeça, no caminho que saindo de Cachoeira levava às cidades históricas do fundo do Vale do Paraíba. A história de Cachoeira Paulista é fruto de um pouco disso tudo. De caminhos e passagens para desbravadores intrépidos que buscavam no desconhecido o seu meio de vida. Do sonho de comerciantes montados em mulas cujos trajetos de tão extensos engoliam suas próprias existências pelas veredas.  Em essência Cachoeira Paulista foi fundada pela fé. Pela fé de homens audazes e valentes,mas que se prostravam no chão e oravam e pediam pela proteção do altíssimo e pelo amparo de Nossa Senhora pelos seus retornos. Os que aqui ficaram e ajudaram a fundar esta cidade são testemunhas dessa odisseia brasileira, essencialmente valeparaibana, profundamente cachoeirense.